A floresta do Acampamento.

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A floresta do Acampamento.

Mensagem por Hipnos em Qua Out 08, 2014 6:10 pm

Relembrando a primeira mensagem :



Floresta

Agradável e convidativa durante o dia e escura e devastadora durante a noite.

A floresta do Acampamento tem esse aspecto para atrair ou repelir os campistas poupando-os dos perigos existentes nela como monstros e criaturas perambulastes durante a noite, principalmente.

Suas árvores são altas e bem próximas uma das outras de forma que as copas ficam juntas e não deixam muita luz passar, o que faz ao mesmo tempo parecer confortável e um tanto obscura. Ela possibilita vários locais para encontros tendo como alvo principal o punho de Zeus, que fica exatamente em seu centro e se trata de uma rocha com formato de dedão.

Também é rodeada pelo lago do Acampamento e tem uma passagem exclusiva para a praia, onde também é um ótimo lugar tanto para namorar como para observar o céu.


avatar
Hipnos
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 45
Data de inscrição : 08/10/2014

Ficha Divina
Nível: 1
Hp:
100/100  (100/100)
Energia (Ep):
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário http://huntolympus.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: A floresta do Acampamento.

Mensagem por Phillipe Zoom em Qua Nov 26, 2014 11:42 pm



ForestAcaso

Aproveitei o momento em que ela suspirou para beija-la novamente. A cada momento ficava mais e mais difícil, minhas mão esquerda começou a subir, tocando a garota por cima da blusa e sentido seu corpo. Não sabia se estava passando algum limite quando minha mão acariciou o seio dela por cima da roupa. Mas eu estava excitado, ela podia sentir isso devido ela ter puxado nossos corpos para ainda mais perto.
-Melhor irmos para outro lugar. Falei ofegante e a puxando para ir comigo até a residência dos mentalistas, que para minha sorte ficava não muito distante.
END


avatar
Phillipe Zoom
Prole de Ares
Prole de Ares

Mensagens : 54
Data de inscrição : 10/11/2014

Ficha Divina
Nível: 37
Hp:
640/640  (640/640)
Energia (Ep):
495/640  (495/640)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A floresta do Acampamento.

Mensagem por Rafael Wester em Dom Dez 14, 2014 3:16 pm




I'm holding on for dear life


Como todas as manhãs, Rafael acordou cedo, muito antes do que os seus “irmãos adoráveis e simpáticos”. O hábito vinha desde que ele estudou em um colégio interno, o qual seguia um estilo bem militarizado, o que agora se mostrava algo bom para o rapaz, ao contrário do que ele achava na época.

Rafa gostava de poder sair do chalé sem ter que cruzar com as outras proles de Athena. Não que ele detestasse os meios irmãos, a questão era apenas que a maioria deles achava-se inteligente e superior demais, o que nunca agradou o rapaz. Ele era o novato que ainda não havia se adaptado.

Outro ponto positivo no ato de acordar cedo era que o semideus podia exercita-se. O filho de Atena gostava de correr todos os dias, era uma forma que há algum tempo ele havia descoberto para pensar. Graças a seu TDA e Hiperatividade ele não conseguia concentrar-se facilmente nas coisas, o que era algo que poucos acreditavam quando se trata de uma prole de Athena.  

Enquanto corria ele pensava em como as coisas haviam mudado da noite para o dia na sua vida. Bem, não somente na dele. Desde que chegou ao acampamento ele havia percebido que a história de praticamente todos os semideuses era a mesma, mudando apenas a residência. Noventa e nove por cento deles havia sido largado pelos progenitores divinos, crescendo sem saber que na verdade faziam parte de algo bem maior. Todos passaram pela fase da perseguição dos monstros, até chegar ao “camp” de alguma forma.

Pensar nessas coisas só fazia Rafael sentir-se mais igual. Igual no sentido de que, mesmo sendo ele descendente de um deus, coisa que qualquer outro mortal julgaria no mínimo diferente, ele ainda era só mais um dentre tantos semideuses. E isso o fazia querer realizar algo notório.

Seu desejo não era aparecer ou se destacar. Seu desejo era ser reconhecido e poder fazer algo que realmente importasse. Pela primeira vez desde que abandonara o instituto ele sentiu falta de quando tudo era controlável. Antes da morte do seu pai ele era apenas um adolescente desordeiro que sempre estava metido em alguma confusão, além de possuir amigos. Recordar disso fez um fino sorriso se formar no rosto do rapaz, numa mistura de nostalgia e saudade.

Saindo dos devaneios, Rafa olhou ao redor e percebeu que estava na orla da floresta. Ele nunca havia percorrido aquela parte do acampamento. Apoiou-se nos joelhos, sentindo a dor característica dos músculos aquecidos. O sol já aparecia mais radiante agora, o que indicava que o semideus passara no mínimo duas horas correndo, embora ele nem sequer tenha percebido isso. De olhos fechados Fael sentiu sua pele esquentar com os raios do sol, o que lhe agradava verdadeiramente. Se não tivesse sido reclamado por Athena ele poderia jurar que era filho de Apolo.

Abrindo os olhos considerou a ideia de vestir a camisa, mas desistiu ao perceber o quanto estava suado. Colocou a blusa em volta da parte posterior do pescoço, segurando suas extremidades e seguiu caminhado até avistar uma campista mais a frente.

Admirado por encontrar outra pessoa corajosa acordado àquele horário da manhã, a prole de Athena seguiu aproximando-se da moça.  Buscou em sua mente alguma outra situação em que já a tivesse visto, mas com tantos campistas amontoados no acampamento, era difícil recordar. Embora ele tivesse certeza, que um rosto bonito como aquele e uma postura igual a daquela moça ele não esqueceria de forma alguma.

-Bom dia! Todo bem?- perguntou de forma despojada, sorrindo. -Pensei que eu era o único que caia da cama por aqui. -  completou, estendendo a mão e cumprimentando a outra. -Rafael Wester. – disse por fim, apresentando-se enquanto esperava a resposta da loira.

Thanks for @Lovatic, on CG

avatar
Rafael Wester
Prole de Athena
Prole de Athena

Mensagens : 6
Data de inscrição : 24/11/2014
Localização : Acampamento

Ficha Divina
Nível: 1
Hp:
100/100  (100/100)
Energia (Ep):
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A floresta do Acampamento.

Mensagem por Convidado em Sex Dez 19, 2014 12:44 am



Tudo que mais desejava em sua vida era colocar a cabeça no travesseiro e dormir de forma tranquila, mas os deuses jamais lhe dariam essa dádiva, desde que era uma criança jamais havia tido uma noite de sono tranquilo. Mas naquela noite não apenas isso que incomodava a prole da morte, a garota havia acordado abruptamente no meio da noite, sua testa estava suada ao ponto de fazer os fios castanhos aderirem a ela. A garota levou a mão ao peito, por que naquele instante ela podia ouvir sua alma pedir por socorro como a muito tempo não acontecia. Os pelos de seu braço arrepiaram e as vozes em sua mente cada vez mais gritavam ‘‘—Mate-os Cecília, você precisa mata-los.’’—, ecoava todo o tempo em sua mente. Seu olhar levantou-se hesitante fintando apenas seus irmãos em suas camas, suas mãos tremiam sem parar e foi então que ela veio tão forte que fez a garota apertas os lençóis da cama.

— Eu não vou mata-los! Eu não posso! —Balbuciou a garota para si mesma.

—Você precisa princesa. Ou... Elas surgiram. — Disse Pandora docemente para a morena.

—Eu já disse que não vou mata-los Pandora. — Disse incisava a prole de Thanatos.

Cecília levou a mão aos vidros de remédio tomando dois comprimidos de uma só vez, porém como já esperava os mesmos não fizeram efeito algum. Sentiu como se os ossos de suas costas estivessem sendo afastados um dos outros, novamente a garota apertou os lençóis, estava cada vez mais forte. Seu olhar uma vez mais fintou a cama dos irmãos e depois o céu negro cheio de estrelas e naquele instante não teve dúvida, precisava sair dali. Foi correndo até seu armário e pegou a primeira roupa que encontrou, somente prendeu o cabelo ao alto em um coque frouxo e saiu o mais rápido que pode do chalé de seu pai, pois sabia que ficar perto de seus irmãos naquele momento era um grande perigo.

Caminhou a esmo entre os chalés, todos os campistas pareciam estar em seus chalés e por sorte ela ainda não havia cruzado com nenhum outro semideus. Seu corpo apenas seguia uma direção, que nem mesmo ela sabia muito bem para onde era, quando se deu conta já estava adentrando a floresta. Todos sabiam que a noite, não era um dos lugares mais seguros do acampamento para se andar, mas se tivesse um pouco de sorte encontraria uma harpia para poder arrancar seu pescoço com as próprias mãos.  Mas para seu azar nada encontrou no caminho, apenas o silêncio sepulcral lhe fazia companhia e aquela dor que a cada instante se tornava insuportável. No meio do a garota não aguentou e apoiou-se em uma árvore soltando um grito de dor, respirou fundo tentando conter aquilo que aos poucos queria sair de dentro de si, mas ela não permitiria.

Assim que recobrou as forças a semideusa voltou a caminhar, mas era como se aquela aura maligna expulsasse tudo que estivesse ao seu redor. Sua cabeça doía e as vozes gritavam a todo instante ‘‘—Mate-os Cecília, você precisa mata-los. Você precisa se libertar.’’—, as vozes pareciam nunca se calar, por mais que desejasse. Não sabia precisar por quanto tempo estava andando pela floresta escura, até que encontrou um lugar que perfeito para se enfiar. Parecia uma pequena caverna ali, a garota correu para lá, estava ofegante pelo esforço da caminhada e da dor. Assim que adentrou a escuridão do lugar as forças lhe faltaram nas pernas e ela foi ao chão, um novo grito de dor ecoou pelas paredes de rocha fria e Cecilia cravou os dedos no chão os machucando, mas a dor que ali sentia estava longe da dor que vinha de sua alma e de suas costas... Talvez aquele fosse o fim, pois aquilo que tanto temia estava se tornando realidade.
Go to Hell

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A floresta do Acampamento.

Mensagem por Santiago Lopez em Sex Dez 19, 2014 1:50 am



 
 
  
Find You
Everything is changing
------  ✖  ------


O
lhei para o sátiro a meu lado com certo desprezo, o animal não havia parado de falar em comida durante toda a viagem entre o central park e Nova Jersey. Eu me sentia de certa renovado por estar sem aquela barba que acompanhava desde o começo da puberdade e com roupas limpas e novas.    
Assim que passamos de um pinheiro, o sátiro pareceu relaxar um pouco e disse que precisaríamos ir até a casa grande, mas eu não estava nem um pouco interessado em ouvir sua ordem, minha vontade era quebrar seu pescoço e estava bem próximo de fazer isso quando senti uma espécie de pressentimento, que me arrepiou inteiro. -Claro, eu só vou fazer uma coisinha aqui e já te encontro lá. Disse entregando minha mochila para ele e assinalando para o lugar que estava aceso ao longe antes de sair caminhando em direção á floresta sem saber o que estava fazendo.
A cada metro que andava para dentro da floresta esse pressentimento parecia me incomodar mais, como se revirasse algo dentro de mim, minha cabeça começou a doer. Ignorando a dor que aos poucos nublava minha visão eu continuei a caminhar. Tive que me apoiar em uma árvore para não cair e ao tocar nela foi como se algo queimasse minha mão, soltando um grunhido de dor eu olhei para a palma e não encontrei nada.
Já estava disposto a dar meia volta quando ouvi, eu reconheceria aquele grito em qualquer lugar,  já o ouvira muitas vezes. Ergui meu rosto e procurei por entre as arvores, maldizendo o mundo por ser a noite e eu mal poder enxergar o lugar. Minha mente entrou numa espécie de frenesi e eu esperei alguns segundos até ouvir outro grito e sair correndo atrás do som. Parei próximo a uma clareira e olhando para os lados nada encontrei, minha respiração se acelerou e eu senti como se fosse ter um ataque de ansiedade ali mesmo, até que ouvi mais uma vez e me virando pude ver que havia passado despercebido por mim antes, uma entrada de uma caverna.
Corri para o lugar para encontrá-la se contorcendo no chão em dor, avancei para ela e praticamente me joguei no chão a seu lado, ficando atrás de suas costas a abracei, prendendo seus braços ao lado do corpo e segurando-a para ajudar a conter os espasmos que ela parecia ter. Travei meu maxilar e pude enxergar meus músculos tencionarem com a força que fazia para contê-la. -Estou com você. Estou aqui. Sou seu. Sussurrei em seu ouvido, com a voz ainda áspera pelo grande numero de anos sem usá-la.






avatar
Santiago Lopez
Prole de Hades
Prole de Hades

Mensagens : 10
Data de inscrição : 15/12/2014

Ficha Divina
Nível: 1
Hp:
100/100  (100/100)
Energia (Ep):
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A floresta do Acampamento.

Mensagem por Convidado em Sex Dez 19, 2014 2:28 am



Rra a primeira vez que sentia aquela coisa a domina-la de forma tão forte, todo seu esforço para conter aquilo parecia inútil e ela sabia que não conseguiria sozinha. Mais uma vez seus dedos foram ao chão o arranhando, mas tudo que conseguiu foi machuca-los ainda mais, um grito desesperado saiu de sua boca a medida que sentia a dor tomar conta de seu corpo. ‘‘—Nos aceite Cecília... Somos tudo que você tem, tudo que você realmente é.’’Era tudo que ecoava em sua cabeça naquele momento e então deu se conta que não poderia lutar contra. A prole de Thanatos pendeu o corpo para frente, era como se suas costas se rasgassem, na verdade podia sentir aquilo começar a rasga-la de dentro para fora, já sentia que havia sangue em suas roupas e a qualquer instante elas surgiriam. Seu coração ardia de dor e a escuridão pouco a pouco tomava conta de seu corpo, sabia que daquele ponto em diante era um caminho sem volta, enfim havia perdido a batalha.

Quando as trevas pareciam finalmente terem vencido sua força de vontade, sentiu algo envolver seu corpo, um abraço caloroso, o único capaz de lhe trazer um resquício de paz. A escuridão dentro de seu ser protestou e aos poucos era como se algo a sufocasse, por instantes Cecília tentou respirar, mas não conseguia, o ar faltava aos pulmões como se aquilo quisesse mata-la. Seu corpo se debateu contra a sua vontade, tentando soltar-se, mas era inútil, pois no fundo se havia um lugar que queria estar era sempre ali nos braços dele. Temeu estar alucinando novamente ou estar confundindo a presença dele, mas as palavras apenas vinham confirmar o que já imaginava.

Ofegante aos poucos a semideusa foi se acalmando, mas permanecia em silêncio, aos poucos a dor começava a sumir e sentia aquilo dentro dela adormecer novamente. Sua cabeça pendeu para frente, deixando que os longos cabelos caíssem para frente escondendo seu rosto. Apenas suas respiração podia ser ouvida, sentia os braços dele a segurar com força, tantas vezes havia sido assim. As lembranças daquele lugar decrépito tomavam conta de sua mente, mas também lembranças de momentos bons vieram de súbito. Um tanto por instinto levou uma das mãos ainda sujas de sangue ao braço do rapaz como se precisasse sentir mais dele para si.

— San.. Sant? — Sua voz estava fraca e hesitante. — O que você está fazendo aqui?

Mil coisas vieram a sua mente, como ele estava lá? A última vez que o viu, foi naquela manhã que saiu do hospício. Sua alma estava inquieta, mas dessa vez por uma coisa boa, sem que percebesse uma lágrima solitária deslizou por seu rosto, pois Cecília nunca notava quando estava chorando.

Go to Hell

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A floresta do Acampamento.

Mensagem por Santiago Lopez em Sex Dez 19, 2014 2:59 am





 
Find You
Everything is changing
------ ✖ ------


A
dor que sentia sumiu no instante em que toquei nela, flashes de tudo o que havia acontecido do instante em que caí no chão daquela solitária sem poder fazer nada para salvá-la até aquele momento passaram por minha cabeça, algumas lágrimas involuntárias escaparam de meus olhos conforme eu ia afrouxando meu aperto na garota. -Ceci, eu disse que sempre te acharia. Sussurrei , mais para mim do que para a garota. Segurei sua mão e levei até minha boca, dando um beijo ali e com minha outra mão, tirei seus cabelos da frente de seus olhos, deixando que nossos olhares cruzassem depois de mais de um ano sem proximidade alguma.
Olhei para suas roupas ensanguentadas e prontamente me afastei, tirando minha jaqueta de moletom fechada e oferecendo para ela. Me virei de costas para ela poder tirar a camisa suja de sangue. Olhei para o solo e dei um pequeno sorriso, uma sensação estranha invadindo meu peito, seria aquilo felicidade por ter encontrado ela? -Obrigado pai. Disse sem soltar som algum.











avatar
Santiago Lopez
Prole de Hades
Prole de Hades

Mensagens : 10
Data de inscrição : 15/12/2014

Ficha Divina
Nível: 1
Hp:
100/100  (100/100)
Energia (Ep):
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A floresta do Acampamento.

Mensagem por Convidado em Sex Dez 19, 2014 4:05 am



Cecilia fintava o chão ainda um pouco incrédula com a presença do garoto ali, mas a medida que sentiu os braços dele a soltarem, ela tentou para-lo. Queria sentir seu abraço, seu cheiro, o calor de seu abraço, as poucas coisas capazes de trazer paz a sua alma inquieta. A prole da morte respirou fundo, tento respirar de forma normal outra vez, afinal ela ainda estava ofegante. Seu coração disparou apenas por sentir os lábios dele tocarem a pele de sua mão, Cecília observava a mão livre afastar seus cabelos deixando seu rosto assim uma vez mais a mostra. Seus olhares se encontraram e a semideusa sentiu uma grande paz tomar conta de seu peito e também aquela sensação. As palavras que ele havia acabado de dizer ecoavam em sua mente e arrancou de seus lábios algo que Santiago pode contemplar poucas vezes, o sorriso de Cecília.

Ela pegou a jaqueta do garoto e quando ele virou-se de costas, começou a  tirar a camisa, pode sentir o sangue na mesma e levou as mãos as costas sentindo as lacerações.  Fez uma pequena careta porque ao encostar podia sentir as feridas doerem, cuidar daquilo não seria fácil. Rapidamente vestiu a jaqueta do garoto e riu ao ver que ele estava de costas para não vê-la se trocar.

— Você já me viu com bem menos roupa do que isso Sant. — Disse um pouco rabugenta, mas ainda assim feliz.

Ela esperou até que ele se virasse uma vez mais e contemplou seu rosto, com certeza era ele, um pouco diferente, mas o tempo havia feito dela também diferente. Uma vez mais procurou a mão dele, entrelaçando com a suas carinhosamente. Depois de 425 dias de espera não queria esperar mais nenhum segundo se quer para sentir com ele novamente. Ela fintava seus olhos e lembrava-se de tudo o que houve entre os dois e aquilo apenas a deixava mais em paz consigo mesma. Apertou a mão do garoto, sempre que estava com ele era a mais coisa, sentia que ele a pertencia e a ninguém mais. Passou a mão pelo rosto dele rapidamente sentindo seu rosto novamente, seu dedo deslizou pelos lábios do moreno.  

— Como você chegou até aqui? Como saiu daquele inferno? — Perguntava curiosa sobre as circunstancias


Go to Hell

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A floresta do Acampamento.

Mensagem por Santiago Lopez em Dom Dez 21, 2014 2:30 am



 
 
  
Find You
Everything is changing
------  ✖  ------


S
orri ao ouvir sua risada e me virei para encarar seus olhos mais uma vez. Ela tinha razão, eu já a tinha visto com menos roupa do que ali, mas de certa maneira depois de tantos dias achei que era melhor dar seu espaço.
Ela entrelaçou sua mão com a minha e eu apertei levemente, apesar de sua mão ser menor que a minha era como se elas se encaixassem perfeitamente. Não podia deixar de ignorar a voz em minha cabeça que repetia com satisfação a palavra "minha" e relembrava os momentos mais marcantes que havíamos passado juntos.
Uma espécie de formigamento percorreu meu rosto quando ela passou o dedo por eles, mas quando ela perguntou sobre como eu havia fugido meu olhar se desviou do dela e eu encarei o teto sem saber como falar, a grande queimadura que ia do meu ombro até a metade das costas ainda incomodava e só de lembrar parecia que ela ardia. E também não estava com vontade de contar como havia seduzido a diretora daquele inferno para sair da solitária e ir para a ala comum antes de incendiar o lugar. -Eu transformei aquele inferno em cinzas. E aparentemente tive uma ajuda de meu pai para lhe encontrar. Comentei me aproximando dela e tocando a maçã de seu rosto com a palma de minha mão, usando o polegar para acariciá-la, como eu havia sentido a falta dessa garota. Levei minha outra mão até sua cintura e a puxei contra mim, dando um beijo em sua testa e a abraçando apertado. -Eu senti sua falta também Azrael. Sussurrei no ouvido dela, sabendo que aquilo dentro de Ceci também se contentaria com nossa proximidade.





avatar
Santiago Lopez
Prole de Hades
Prole de Hades

Mensagens : 10
Data de inscrição : 15/12/2014

Ficha Divina
Nível: 1
Hp:
100/100  (100/100)
Energia (Ep):
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A floresta do Acampamento.

Mensagem por Convidado em Dom Dez 21, 2014 3:00 am



Fazia tempo desde a última vez que havia escutado aquele nome, ninguém na face da terra a chamaria daquela forma se não fosse Santiago, algo dentro de si parecia adormecer a cada instante que ficava ao lado dele. Seus olhos encontraram os dele e sabia que naquelas palavras havia algo escondido, mas sabia que não precisava insistir, não havia segredos entre eles. Senti-lo segurar sua cintura lhe trazia uma sensação de satisfação imensa, não sabia porque mais gostava de sentir-se dele, assim como ele pertencia somente a ela. Era estranho estar com ele, não tinha vontade de mata-lo, gostava de estar com ele e aquela ausência a castigo nos últimos tempos, agora podia sentir um pouco de alívio.

— Depois eu quero ouvir essa história direito Sant. — Disse com um sorriso escondido. — Mas me fale sobre seu pai. Como ele te ajudou a me encontrar?

Seus braços o envolveram em um abraço apertado, sentindo seu cheiro, seu calor, coisas que nem mesmo ela sabia porque tinha tanta necessidade. Se aconchegou nos braços do rapaz, mas quando as mãos dele passaram por suas costas uma leve dor veio, fazendo ela soltar um gemido baixo de dor. Aquelas feridas doíam muito, mas apenas quando alguém encostava nela, precisava de ver aquilo o mais rápido possível, mas não sabia como.

Go to Hell

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A floresta do Acampamento.

Mensagem por Santiago Lopez em Dom Dez 21, 2014 4:04 am





 
Find You
Everything is changing
------ ✖ ------


I
nclinei a cabeça para a garota, pensando em como somente com ela eu podia apreciar a sensação de calma, a sensação de não ter raiva de tudo e de todos durante tempo integral. -Ele me mostrou como chegar até você. Aqui nesse lugar. Falei sem soltá-la, mas ao ouvir o pequeno gemido de dor me preocupei, será que eu havia a machucado? Lembrei de algumas coisas que meu pai havia me dito, então coloquei minhas mãos por dentro do moletom, com minhas palmas encostando levemente nas feridas dela. Invoquei as sombras para mim, como se fosse recuperar minha vitalidade, mas antes que atingissem minhas mãos eu as retirei, de forma que minha energia se transformou em algo temporário para tirar as dores dela.
-Minha. Sussurrei sem saber exatamente o porque ao sentí-la se aconchegando em mim, o tecido macio do moletom raspando contra meu braço, seu cheiro, a presença dela. Havia sido lidar com sua falta depois de anos de convivência somente com ela, mas agora eles estavam juntos novamente e ninguém o tiraria de perto dela.

PODER UTILIZADO:
Recuperação Pela Sombras: Quando em local sombrio, os filhos de Hades invocam as sombras que entram dentro de si e dessa forma o curam em 10HP. [-10EP]










avatar
Santiago Lopez
Prole de Hades
Prole de Hades

Mensagens : 10
Data de inscrição : 15/12/2014

Ficha Divina
Nível: 1
Hp:
100/100  (100/100)
Energia (Ep):
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A floresta do Acampamento.

Mensagem por Convidado em Dom Dez 21, 2014 10:46 pm



Sentiu a mão dele tocar suas costas e logo a dor já não incomodava mais, continuou abraçada a ele, era como se seu corpo não quisesse mais solta-lo, pois somente daquela forma sua alma encontrava paz. Por um instante achou-se uma tola por estar fazendo tantas perguntas ao moreno, se ele estava ali era por que ele era um semideus.  Nunca precisou saber nada sobre, apenas necessitava de estar com ele, a morena respirou fundo e apoiou sua cabeça no ombro dele, deixando seus braços enlaçar o pescoço dele. Seus olhos se fecharam e nitidamente podia ver em sua mente as lembranças de seu passado. Ainda que aquele lugar fosse um inferno, tudo havia se tornado melhor ao lado dele. Sua mão direita repousou suavemente no rosto do rapaz, seu polegar acariciou cuidadosamente as linhas do rosto dele.

—Meu Sant. Eu senti tanto a sua falta. —Sussurrou a garota.

Quando seu olhar se levantou se viu presa em uma cena do passado, ela riu para si mesma ao se lembrar da primeira vez que havia beijado o moreno naquela cela. Ele não tinha os mesmos olhos tomados pela ira, seu corpo não estava tremulo, mas estava abraçada com ele daquela mesma forma. Cecília soltou um suspiro longo e então ergue sua cabeça encarando o olhar do garoto, deixou que seu corpo ficasse mais colado ao dele, podia lembrar-se com perfeição como era ter suas peles se tocando e seus corpos tão próximos que pareciam um só. Seus olhos fintaram o dele e naquele instante sabia que não tinha um olhar vazio. Seu polegar passeou pelos lábios dele e seu olhar ficou fixo na boca do semideus.

— Sant... Me beija. — Disse a garota com um tom baixo de voz.

Sentiu como uma menina boba que ela sabia que não era, mas naquele momento seu corpo era tomado por sensações e pensamentos que nem ela mesma poderia controlar.

Go to Hell

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A floresta do Acampamento.

Mensagem por Santiago Lopez em Seg Dez 22, 2014 1:44 am





 
Find You
Everything is changing
------ ✖ ------


S
enti a mão dela contra meu rosto, era uma nova sensação sem ter aquela barba gigante no meio. Era algo que me arrepiava e dava vontade de sentí-la mais ainda.
Ouvi o pedido dela e sorri, tocando sua bochecha com a palma de minha mão e erguendo seu rosto levemente. Ela havia sido minha primeira em muitos sentidos, desde físicos a psicológicos e não teria algo que ela me pedisse que eu não cumpriria.
Uni nossos lábios avidamente, conosco não havia delicadeza, a possessividade e necessidade sempre falava mais alto e foi assim que levei minha mão livre até sua cintura e puxei a contra mim, aprofundando ainda mais o beijo. Quando fiquei sem ar, ri baixo e colei nossas testas, encarando seus olhos. -Assim está bom? Perguntei fechando os meus olhos e absorvendo sua presença.





avatar
Santiago Lopez
Prole de Hades
Prole de Hades

Mensagens : 10
Data de inscrição : 15/12/2014

Ficha Divina
Nível: 1
Hp:
100/100  (100/100)
Energia (Ep):
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A floresta do Acampamento.

Mensagem por Convidado em Ter Dez 23, 2014 2:54 am



Cecília beijou Santiago avidamente, como se sua vida dependesse disso, suas mãos deixaram o rosto do garoto e deslizaram pelos braços dele, até chegar ao ombro, lentamente suas unhas deslizaram até a nuca do rapaz. Ela se entregou ao beijo totalmente, buscava sentir ao máximo a boca dele, havia esperado tanto pelo momento que poderia revê-lo que naquele instante era como se somente eles existissem. O beijo era intenso, como tudo entre eles, desde a primeira troca de olhares, desde as primeiras palavras. Quando foram trancados juntos naquela solitária todos esperavam que eles se matassem, mas o que houve foi o extremo oposto. Ainda que de uma forma doentia a cumplicidade entre os dois era assustadora e qualquer um que ameasse isso estava suscetível a ataque de ambos.

Se não precisasse respirar continuaria a beija-lo por toda a eternidade, mas essa necessidade mortal logo se fez presente. Seu corpo todo protestou a separação de seus lábios, mas a morena fez questão de manter seus corpos colados um ao outro. Seu olhar encarou o dele, era como se conseguisse ver a alma dele ali refletida, sentia como se pudesse toca-la, um suspiro de alívio escapou por seus lábios. Riu ao ouvir a pergunta dele e mordeu o próprio lábio contendo o sorriso nefasto em seu rosto, suas mãos repousaram na barriga do garoto e ela o encarou:

— É Sant... Para começar acho que está bom... Mas apenas para começar. — Disse de forma maliciosa a garota.

Go to Hell

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A floresta do Acampamento.

Mensagem por Santiago Lopez em Qua Dez 24, 2014 1:27 am



 
 
  
Find You
Everything is changing
------  ✖  ------


S
enti sua mãos contra minha barriga, e mesmo estando por cima da camiseta eu podia sentir o seu calor contra minha pele, deixando uma sensação que é quase desconhecida para mim. Ouvi seu tom malicioso e respondi com um sorriso a altura, quase predador, deixando minhas mãos escorregarem para sua cintura e a empurrei para trás, seguindo seus passos até que suas costas atingissem a parede da caverna, áspera e úmida.
-Para começar? O que quer dizer com isso? Perguntei passando a língua pelos lábios como se já pudesse sentir seu sabor. Corri meu dedo indicador direito pela linha do seu maxilar, passando pelo pescoço e seu ombro. Me pressionei contra ela e deixei minha boca tocar em seu pescoço com os lábios levemente entreabertos, sugando e deixando uma pequena mordida.




avatar
Santiago Lopez
Prole de Hades
Prole de Hades

Mensagens : 10
Data de inscrição : 15/12/2014

Ficha Divina
Nível: 1
Hp:
100/100  (100/100)
Energia (Ep):
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A floresta do Acampamento.

Mensagem por Convidado em Qui Dez 25, 2014 12:40 am



A garota deixou que seu corpo fosse guiado até que o mesmo encontrasse a parede úmida da caverna, as mãos dele deslizavam por sua cintura e a morena o encarou um olhar malicioso, com uma pitada de insanidade ao fundo. Entretanto muito havia mudado nesse pouco mais de um ano, não só fisicamente Cecília havia se tornado mais mulher, com curvas delineadas pelos treinamentos na arena. Aquilo que habitava dentro da garota a tornava irresistivelmente luxuriosa e quando sentiu o calor do seu corpo contra o dele ela sorriu e a besta que habitava dentro dela também, mas somente Santiago era capaz de trazer esses trejeitos a tona. A medida que a boca dele tocou seu pescoço a garota pendeu a cabeça para o lado, deixando o mesmo livre para que ele pudesse explorar.

— Porque você não descobre?... Santiago... — Disse a garota de forma travessa e maliciosa, inclinando a cabeça e sussurrando no ouvido do moreno.

Os olhos de Cecília se prenderam nos lábios carnudos do garoto e não pôde evitar mordiscar os seus próprios. Estar ao lado dele era algo diferente de tudo que ela já havia experimentado era como se a presença de Santiago dominasse seus cinco sentidos. ‘‘—Ele é nosso, Cecília. Somente nosso. Eu posso mantê-lo sempre ao nosso lado, apenas me deixe livre—’’, a voz insistentemente ecoava na cabeça da garota enquanto o fintava. Ela fechou os olhos e por um instante afastou o semideus, suas mãos foram aos ouvidos os tampando, mostrando claramente que não queria ouvir algo.

— Santiago é meu. MEU! Somente MEU! — Esbravejou a garota para o nada.

Seus olhos o encararam, um olhar carregado com um sentimento doentio de posse, mordiscou os lábios com tanta força que podia sentir o gosto ferroso do sangue em sua boca. Seu peito parecia que explodiria, bem como seu coração, subitamente a garota se aproximou do semideus e tomou seus lábios em um caloroso e intenso beijo, seus braços o enlaçaram reduzindo a zero a distância entre os corpos. O beijo era intenso e sem pudor, somente quando o ar faltou Cecília separou seus lábios de forma tão abrupta como o beijo havia começado, finalizando com uma mordida de leve nos lábios carnudos do garoto. Suas testas estavam coladas e ela o encarava novamente nos olhos.

— Sant... Você é meu. Para sempre meu. — Disse a garota afoita.

Go to Hell

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A floresta do Acampamento.

Mensagem por Robbecca Steam em Dom Jan 04, 2015 12:43 pm

   Robbecca saiu do chalé 1 a passos largos. Ela ainda não conhecia direito o lugar, e queria olhar cada cantinho do acampamento. 
   A filha de Zeus trajava uma roupa simples: short, sapatilha, a camiseta do acampamento e um chapéu de sol. Robb estava com saudades de casa, então usaria o colar que sua mãe lhe dera, feito de pura prata e com uma águia no pingente. 
   Com a semideusa, também estavam suas armas e Saphira, sua mascote. A loira avistou a floresta e, animada, caminhou até lá, adentrando a imensidão verde.
   A cada passo, Steam sentia-se mais e mais obstinada a continuar e explorar. Mesmo que se perdesse. E foi o qie aconteceu minutos depois. 
   - Ótimo. - sussurrou, revirando os olhos. 
   Robbecca suspirou, encarando a paosagem à sua frente: um lago enorme, refletindo a luz do sol. Sua superfície brilhava intensamente. Náiades acenaram para a semideusa, que acenou de volta. Robb resolveu sentar-se a beira do lago e ficar ali um pouco. Podia lidar com o problema de ter se perdido depois.
Armas:
Todas do meu arsenal -q
avatar
Robbecca Steam
Prole de Zeus
Prole de Zeus

Mensagens : 4
Data de inscrição : 05/12/2014
Idade : 18

Ficha Divina
Nível: 1
Hp:
100/100  (100/100)
Energia (Ep):
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A floresta do Acampamento.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum